Quanto custa um funcionário?

Quanto custa um funcionário?

Saber quanto custa um funcionário é uma das principais informações para quem deseja abrir uma empresa, pois faz parte do controle da folha de pagamento. Muitas vezes são prometidos salários elevados sem se ter a noção do custo efetivo desse colaborador.

CALCULADORA DE CUSTO MÉDIO DE FUNCIONÁRIO MENSAL
Salário que pretende pagar:

Tipo do Regime Tribuário

Vale Transporte pago por dia:

Vale Alimentação pago por dia:



FGTS: Total

Férias:

1/3 das Férias:

13º Salário:

RAT e FAP: Total

I.N.S.S. Patronal: Total

Alíquota de Terceiros: Total

Vale transporte: Total

Vale transporte (6% do salário): Total

Vale Alimentação: Total

Total dos custos

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp

Salário v.s. Custo de funcionário

Salário é o que o empregador ou empresa paga ao funcionário, já o custo efetivo para empresa é o total de encargos que este funcionário irá lhe gerar.

O custo efetivo depende basicamente de dois fatores: primeiro é valor do salário pago ao empregado, pois as taxas e encargos são sobre o salário bruto e, em segundo, do tipo de regime tributário que a empresa se enquadra.

Quanto custa um funcionário dependendo do regime tributário, no caso o Simples Nacional ou Lucro Real – Lucro Presumido, por mês, é em média de 40% a 60% a mais que o salário por mês.

O regime tributário irá determinar a taxa FAP e a RAT, a saber:

RAT – Riscos Ambientais de Trabalho: é o termo que substitui o antigo SAT (Seguro Acidente de Trabalho). É uma taxa que uma pessoa jurídica deve pagar a previdência com o intuito de cobrir possíveis vítimas de doenças ocupacionais ou de acidente de trabalho.

FAP – Fator Acidentário de Prevenção: é um índice que varia entre 0,5% e 3% que ao ser multiplicado pela alíquota do RAT pode aumentar ou até mesmo diminuir o montante que uma empresa deve paga para aposentadoria decorrente de um acidente de trabalho.

Quanto custa um Funcionário Mensal – Passo a Passo

  1. Determinar o valor do salário bruto.

As taxas, como INSS, IRRF e FGTS incidirá sobre o salário bruto, e os encargos como férias, um terço das férias, décimo terceiro salário e caso houver; horas extras, adicional noturno, insalubridade, periculosidade e outros.

  1. Tipo de Regime Tributário.

O regime tributário irá influenciar no quanto custa um funcionário pois, os valores da taxa do RAT e FAP dependem disso.

No caso do Simples Nacional o INSS é descontado do funcionário e repassado para o governo.

Já no Lucro Real / Presumido o valor do INSS é divido entre funcionário e empresa:

INSS Patronal que é de 20% sobre o salário bruto, este de responsabilidade apenas da empresa, FAP x RAT que varia de 0,5% a 3% e média de 5% de terceiros (são entidades que as empresas devem contribuir que são definidas de acordo com sua atividade econômica) e a parte do empregado que de acordo com a atual reforma varia entre 7,5% a 14%.

  1. Custos extras.

Nesse campo fazem parte, caso houver: plano de saúde, plano odontológico, vale refeição, vale alimentação entre outros.

Nossa calculadora que determina “quanto custa um funcionário” facilita esse trabalho e lhe da uma média do quanto irá gastar com cada empregado.

No campo “Sabe valor do RAT e FAP” permite o usuário a alterar os respectivos valores caso os tenha, se não utilizaremos valores médios.

Se gostou do artigo e de nossa calculadora, compartilhe em grupos de whatsapp, facebook e instagram. Isso nos ajuda muito.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on whatsapp
WhatsApp
Cálculo de rescisão
CÁLCULO DE RESCISÃO
Adicional de Periculosidade
ADICIONAL DE PERICULOSIDADE
Cálculo de Adicional Noturno
CÁLCULO DE ADICIONAL NOTURNO
Refinanciamento
REFINANCIAMENTO COM GARANTIA
Qual Cartão de Crédito Fazer?
QUAL CARTÃO DE CRÉDITO FAZER?
Como Conseguir Crédito Pessoal Na Hora
COMO CONSEGUIR CRÉDITO PESSOAL NA HORA
Rolar para cima