O cartão de crédito com CNPJ existe e pode ser uma boa opção para as pessoas que já tem ou começaram agora com sua empresa. Ele pode servir na hora da compra dos produtos, máquinas, ferramentas e o que mais o estabelecimento estiver precisando sem a necessidade do dinheiro vivo em mãos.

Se você é um empresário e viu aí um ótimo jeito para resolver seus negócios, continue com a matéria, leia até o final e conseguirá entender como funciona, por qual motivo isso pode ser uma boa para você, saber mais sobre o crédito e parcelas e se conscientizar que esse cartão também precisa de educação e controle.

Como funciona o cartão de crédito com o CNPJ

O cartão de crédito para pessoas físicas já é bem conhecido e a maioria das pessoas possuem um. O que muitos não sabem é que eles também podem ser direcionados a CNPJ (Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica). Assim como os cartões mais tradicionais, eles podem possuir anuidade, assim como limite de crédito e bens de consumo conquistados por meio de moeda diferente.

Para que alguém tenha acesso a um cartão de crédito com CNPJ,o primeiro passo vai ser ir até uma instituição bancária como qualquer outra pessoa que faz cartão de crédito. Em seguida a pessoa deve manifestar o desejo e fazer o pedido, porém os dados na hora do cadastro serão inseridos da empresa e não da pessoa por si só.

Mas existem também algumas diferenças para esse cartão ofertadas pelas bancárias, como um limite bem maior do que o normal e taxas de juros mais baixas.

Isso existe porque as instituições têm o pensamento de que com o capital oferecido a pessoa consiga fazer um negócio mais bem elaborado e ganhe lucros, impedindo que as parcelas não sofram atrasos e nem descumprimentos. Porém quando se fala de descontos por produtos comprados à vista, é muito difícil de se encontrar, sendo que tal função é bem usada pelos consumidores físicos.

Por qual motivo fazer um cartão de crédito para uma empresa

Fazer um cartão de crédito com CNPJ pode ajudar em muitos aspectos no crescimento da sua empresa, ajudando você a gerenciar as despesas do seu trabalho.

Com o cartão em mãos você consegue controlar todo e evitar muitas despesas, fazendo um planejamento certo para centralizar todos os seus gastos e administrar as contas de maneira correta.

Com esse crédito você ainda consegue encontrar uma única fatura, fazendo com que os pagamentos se tornem agendados pelo empresário, assim ele sempre terá noção de quando e a data que deverá pagar com as parcelas, de acordo com o a quantia que foi gasta em seu mês anterior, servido na mesma linha de raciocínio para quitar as mensalidades do mês seguinte.

Em uma só fatura as despesas passam a ficar todas fixas, como o exemplo de:

  • Conta de água.
  • Conta de energia elétrica.
  • Conta de telefone.
  • Conta de internet.
  • Conta de gás.

Como já bem sabemos o mundo digital oferece várias compras online e para aproveitar essa oportunidade, com um cartão o empresário pode fazer a compra de seus produtos e ferramentas todos de maneira virtual, desde que as lojas estejam vinculadas com o seu crédito.

Crédito e compra parcelada

O ideal a se fazer é sempre compras á vista já que você pode ficar livre de qualquer conta, mas sabemos que às vezes o parcelamento em produtos é necessário porque o nosso dinheiro precisa ser direcionado para outras coisas e não ao mesmo tempo não podemos abrir mão daquela ferramenta, por exemplo.

Quanto a isso, o cartão de crédito com CNPJ também pode oferecer formas de parcelas, o que é bom principalmente para os microempreendedores que não tem um capital muito grande para pagar tudo de uma vez.

O cartão de uma empresa também precisa de educação financeira

O cartão de crédito com CNPJ também precisa de educação e disciplina financeira, pois assim como qualquer outro ela possui taxas de juros que se não forem observadas e não tiverem parcelas pagas no tempo certas, dívidas podem ser contraídas.

É importante ainda ver quais são os gastos que a empresa realmente precisa como alguns fixos que já citamos aqui. Gastos supérfluos devem ficar para trás.

Também se faz mister analisar em qual estado financeiro que o estabelecimento apresenta e ver se realmente existe a condição para se obter um cartão como esses.